15
Mar 09

Os meus limites foram atingidos! Cansei-me de tentar ser uma boa amiga, de dar sempre a minha opinião, mas quando as pessoas pedem conselhos com a intenção de ouvir somente o que querem e de arranjarem desculpas para todas as nossas opiniões contrárias, já não há paciência! E a minha foi atingida, deixei de ser aquela pessoa que é sincera e tornei-me numa autêntica “mentirosa”, “hipócrita”, o que vocês quiserem chamar, mas também tenho vida! Essas pessoas devem fazer de mim um Ser sem problemas, pois enganam-se por completo!

Também os tenho, como todas as pessoas, simplesmente vocês nem perguntam: “E tu, como estás?”, não! Limitam-se a começar logo a conversa num discurso a que chamo, discurso digno da “Esperteza saloia” – pois concordo com Almada Negreiros, quando este define como “pessoa que é vítima de si mesma”.

Existem pessoas que parece que não vivem neste mundo, o seu mundo gira a volta do espécime masculino, não entendo, eu também gosto de ter esse tipo de “problemas” relacionados com este espécime, mas a minha vida não gira a volta disso! Os seus problemas são criados por eles próprios, pelas suas acções, pelas suas constantes desconfianças, e quando eu dou o típico conselho: “ Se não és feliz, só tens de virar a página e procurar a felicidade!” eles respondem que sou radical e se fosse comigo eu ia ver como era complicado! Meus caros, eu sei que é complicado, também passei por isso, uma surpresa para vós, esta 100jeito que aqui escreve, já foi uma autentica “submissa”, mas ao contrário de vós eu aprendo com os meus erros! E ouço os conselhos de quem me rodeia! Posso no início não concordar, ser difícil de ouvir, mas como ser racional, faço os trabalhinhos de casa e chego a solução do meu problema! Não entendo certas pessoas que continuam com relacionamentos quando não são felizes, e depois dizem que não conseguem viver sem eles, tenho para mim que devemos dar e receber, tanto na amizade como no amor, mas se não recebemos para que dar!? A isto chamo ser vítima de si mesmo, parece que gostam de viver em constante agonia!

Chamem-me fria, radical ou até mesmo “iceberg”, com a vida fui aprendendo que existem muitas pessoas maravilhosas neste mundo, e se não estamos bem com a pessoa que está ao nosso lado, só temos de virar a página, para mim, tudo tem um começo e um fim! A vida: Nascemos e Morremos! Certo? O mesmo se passa com os relacionamentos, e com as amizades, com tudo nesta vida! Só temos de aceitar isso, não podemos cair no erro que tudo é eterno! Esta é a minha opinião, já sofri o que tinha a sofrer com estas coisas, não sou um Ser fechado, não, continuo aberta ao Amor, mas reticente claro, mas sei que algures existe alguém para mim, (isso será assunto para um novo post!! Parece que está bem perto!!!).

Por vezes tentamos ajudar e não conseguimos, eu já tentei tudo, agora digo “AMÉM” e digo o que as pessoas querem ouvir, não estou a ser correcta, mas também tenho vida, e problemas, como todos nós!

Este foi só um exemplo, ainda tenho mais, mas penso que por hoje chega!

publicado por 100jeito às 14:30
sinto-me:

16 comentários:
Olá Di não pude evitar de deixar o meu comentário sobre este teu desabafo,concordo plenamente ctg por vezes as pessoas não querem ver o que está a frente dos proprios olhos e acabam por se dar mal...deixo te aki tres frases que acho que todos deveriam de se aperceber antes que seja tarde...

1- "O que tu deixas para trás não é o que é gravado em monumentos de pedra, mas o que é tecido nas vidas de outros." (Péricles)

2- "Uma vida não questionada não merece ser vivida." (Platão)

e para terminar...

3- "Há duas formas de ver e entender a vida: uma é crer que não existem milagres, a outra é acreditar que tudo é um milagre." (Albert Einstein)

Bjs do teu amigo RT
Ruben a 15 de Março de 2009 às 15:02

Obrigado Ruben, ainda bem que concordas comigo, posso parecer um autentico iceberg, mas a paciencia tem limites, tentei tudo e agora simplesmente eles que façam o que bem entendem! Obrigado também pelas tuas frases... ;)

Beijinho grande
100jeito a 15 de Março de 2009 às 15:08

ora nem mais , concordo plenamente contigo... gostei do que li e identifiquei-me muito mesmo...
eu tb era submissa, até ao ponto em que eu própria disse, chega!! a mim não me pisam mais!
gosto de ouvir, de ajudar e acima de tudo sou uma pessoa sincera, pode doer mas eu digo...
tal como tu referiste, as pessoas pensam que só elas é que têm problemas na vida e limitam-se a se lamentarem...
eu também mudei bastante, também me tornei um pouco mais fria, penso mais em mim!
Estrela a 15 de Março de 2009 às 15:32

Olá Estrela muito obrigado pela visita e pelas suas palavras! Sim eu também disse CHEGA, BASTA!!! Talvez isso me tenha tornado mais fria, mas paciencia!

Eu gosto de ouvir as pessoas sim e estou sempre pronta a ajudar, mas todos os santos dias estas lamentaçoes...e quando vemos outras pessoas com problemas ainda piores...acredite que para mim custa me imenso ser como me chamam "iceberg" e agora estar sempre a dizer "amem" mas parece que ela assim é que fica "menos triste" se assim é que assim seja...Existem mesmo pessoas que só gostam de ser as "coitadinhas" a minha paciencia atingiu mesmo o limite, e acredite que já andava nisto ha muito tempo!!! Agora mudei a forma de "opinar" porque estou mesmo cansada de me chatear...;)

Obrigado mais uma vez pelas suas palavras, e acredite que é sempre bom saber que alguem concorda comigo! ;)

Volte sempre!!!
100jeito a 15 de Março de 2009 às 21:51

Sabes Di, o amor é uma espécie de loucura(Platão).Fala-se de amor como se ele fosse só um dos aspectos de uma relação e como se fosse algo que nós podemos controlar.Por vezes , estamos tão preocupados na forma correcta de o fazer que não vemos a forma de superar os problemas que lhe estão associados.O amor não é simples.Ele traz lutas passadas e espeanças futuras.Daí que , a pessoa a quem te referes, pode não entender a tua perspectiva de olhar o amor. O amor para ela pode estar a ser visto de outra maneira.Daí que devas ser mais atenciosa e tentar perceber a razão de ,essa pessoa, nao ver o amor de outra maneira.
Quanto a ti , gostaria de dizer o seguinte: Por vezes referes-te ao amor de uma forma "ligeira", sem compreender quão poderoso e duradoiro ele pode ser.Tens de esperar que o amor seja regenerador e completo, não pensando muito nos fracassos a que ele te pode levar.Se pensarmos à partida que o amor vai fracassar nunca começarás nada. Começas com a derrota.Ora, o amor tem de ser vivido a dois para se poder concluir, ao fim de algum tempo, se vale ou não a pena continuar. Se é amor ou não.
Não sei qual a razão de me ter lembrado agora de uma frase que não sei de que é ,ou até se existe: "Vale mais amar na vida e perder que passar pela vida sem amar ".
Beijoooo
templum a 15 de Março de 2009 às 15:37

Templum, eu nao vejo o Amor de forma "ligeira", neste post refiro me simplesmente ao facto de ter atingido a minha paciencia! As conversas com a pessoa são sempre as mesmas, sempre a queixar-se etc, daí estar sem paciencia. Eu nao vejo o Amor logo como um FRACASSO, não! Simplesmente sei que tudo nesta vida tem um principio e um fim, e ja estou preparada para ele, sendo por discussoes ou mesmo por alguma tragedia. Penso que nao consegui passar te a mensagem deste post! A importancia dele está no facto de as pessoas gostarem de se fazer vitimas, de gostarem de sofrer! E quando dizemos algo que elas nao gostam de ouvir elas viram se contra nós! Eu dou muita importancia ao Amor,talvez até muita importancia, pois eu ainda acredito nele! Parece que nao acredito mas acredito e muito!!!

Beijinho
100jeito a 15 de Março de 2009 às 21:39

É a tal coisa.. Por vezes damos demais a quem não merece.. A mim também me acontece isso. Estou sempre pronta para ajudar, mas depois o contrário já não acontece..=S

Um beijinhoo.
maria a 15 de Março de 2009 às 17:42

Eu adoro ajudar e não peço nada em troca, mas gosto que as pessoas respeitem as minhas opinioes...acredite Maria que não foi um ou outro conselho, foram varios...até que a minha paciencia atingiu o limite mesmo! Cansei me desta coisa de gostar de ser vitima da sua propria vida!!!

Beijinho e obrigado pela visita;)
100jeito a 15 de Março de 2009 às 21:45

Olá Di
Li e reli várias vezes o que escreveste.
Já fiz os dois papéis, o de coitadinha, em que por mais que me abrissem a cabeça eu não dava ouvidos; sabe bem fazer de vítima (um dia escreverei sobre este assunto).
O outro papel que desempenhei foi o de ouvinte de depósito de desabafos; gosto muito de ouvir, tu sabes, mas a minha postura não foi sempre igual.De início tentava mudar, convencer, argumentar de forma entusiasta e veemente o que pensava , na tentativa de transformar de abrir um caminho novo.
Senti o mesmo que tu, que as minhas palavras caíam em saco roto. Agora ouço atentamente e tento não opinar, deixo apenas algumas palavras soltas no ar, assim não perco a paciência não me esgoto , porque sei que nestas coisas de amor, só o tempo mostrará por vezes de forma violenta, o quanto se está enganada, digam lá o que disserem.
Gostei daquela parte em que escreveste:(...mas sei que algures existe alguém para mim..) e logo a seguir:(...parece que está bem perto!)...MAINADA:))))

Muitos beijinhos
Manu
Cantinho da Manu a 16 de Março de 2009 às 00:31

Eu também já tive estes dois papeis, também ja fui a coitadinha, mas aprendi e agora tornei-me mais fria! Eu tentei tudo acredite! Mas agora ja nao tento mais nada, acho que as pessoas têm de crescer por si proprias, obvio que os amigos estão cá para ajudar, mas quando tentamos tudo e nao obtemos resultados, penso que agora é com a propria pessoa! Eu ja passei esta fase e superei!

Mainada mesmo Tia Manu!!! Sim parece-me que está bem perto! E tenho para mim que sabe de quem estou a falar eheheh

Beijinho mt grande
100jeito a 16 de Março de 2009 às 13:02

Eu acho que se deve ajudar, e neste caso tu em particular, mas criando limites. Acho que o abuso, de quem pede ajuda e/ou de quem ajudado, é uma constante nestas situações.

Quem pede ajuda deve querer ser ajudado, deve querer ouvir e pensar sobre o conselho que lhe foi dado e não utilizar a pessoa a quem pediu ajuda para ser unicamente sua confidente e não emitir a sua opinião. É certo que cada um gere a sua vida, mas essa "gestão" deve ser feita com base nos erros anteriores e com base numa reflexão das experiências de outras pessoas, quando assim o for solicitado.

"Na primeira todos caem, na segunda só cai quem quer"

Beijinho.
Wonder Shadow a 16 de Março de 2009 às 11:42

Essa frase diz tudo caro amigo! Não sei o que deu aos meus amigos leitores de me deixarem frases em todos os comentarios, achei lindo e fiquei babadissima!!
Um muito obrigado pelas tuas palavras!!! ;)

Beijinho muito grande
100jeito a 16 de Março de 2009 às 13:03

meu amor, pq é k escreves ser c S maiusculo?...
Isa_ a 25 de Março de 2009 às 07:08

Olá Isa
Escrevo Ser pois refiro me a mim como ser humano, sabendo porém que "Ser" é para referir Deus, ideia essa a retirada da Biblia e de muitos filósofos (Aristóteles, Platão...).

Obrigado pela sua pergunta...
Beijinho
100jeito a 25 de Março de 2009 às 15:27

Estive a ler todos os comentários. Parei num que, no mínimo, me pareceu absurdo. “meu amor pq é k escreves ser c S maiúsculo” . Bom, depois de muito pensar concluí que este enigma de letras queria dizer, tirando o meu amor: por que é que escreves ser com maiúscula Fui ler o post , claro. Encontrei logo a razão. A autora queria dar ênfase a palavra. Referia-se a ela não como ser superior, mas numa perspectiva de chamar a atenção à palavra. Mas bem podia achar-se, depois ler o tal enigma, que é, afinal, superior. Pelo menos na maneira de escrever. Escreve bem. Lê-se bem. Entende-se bem, expressa-se muito bem e quem a lê entende o que pretende dizer.
João a 25 de Março de 2009 às 22:42

Obrigado João ;)

De maneira alguma referir-me a mim como ser superior, sim foi mesmo com a intençao de dar o tal enfase a palavra...Todos nós temos as nossas vidas, temos os nosso problemas...
Em relaçao á pergunta, cada qual faz as perguntas que entende, essa pessoa não me conhece e está no direito dela de me perguntar o que quiser...Não entendeu e perguntou e eu respondi...

Beijinho
100jeito a 25 de Março de 2009 às 22:55

Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
14

17
18

22
23
25
26
27

29


Vídeos
mais sobre mim
pesquisar
 
Posts mais comentados
32 comentários
26 comentários
25 comentários
24 comentários
23 comentários
23 comentários
blogs SAPO